BAIRROS

Qual seu Bairro? Estado: Cidade:

CONHEÇA O GOOGLE SUÍTE - GSUITE, UM NOVO MUNDO PARA SUA EMPRESA - CLIQUE AQUI!

Quem Faz Sua Roupa Nasce O 1 Ordm Indice De Transparencia Da Moda No Brasil - - Cidade - Estado


Fonte: https://exame.abril.com.br/negocios/quem-faz-sua-roupa-nasce-1o-indice-sobre-transparencia-da-moda-no-brasil/


Voltar

account_circle Acesse sua conta Assine trending_up Trending Eleições 2018 Pesquisas eleitorais Bolsonaro Saúde Revista EXAME Newsletter REVISTA EXAME ÚLTIMAS NOTÍCIAS VÍDEOS BRASIL CARREIRA – VOCÊ S/A CIÊNCIA COLUNISTAS ECONOMIA EVENTOS ESPECIAIS MARKETING MERCADOS MUNDO NEGÓCIOS PME SAÚDE SEU DINHEIRO TECNOLOGIA VIP – ESTILO DE VIDA VOCÊ RH Expediente Anuncie Abril.com Grupo Abril Abril SAC Clube do Assinante GoRead Fale conosco Política de privacidade Termos de uso Facebook Twitter GooglePlus Linkedin YouTube RSS menu EXAME Created with Sketch. Assine search trending_up Eleições 2018 Pesquisas eleitorais Bolsonaro Saúde Revista EXAME Newsletter Mais vistas BRASIL1Ibope: Bolsonaro e Haddad continuam empatados num eventual 2º turno BRASIL2Após dizer que Bolsonaro votou contra deficientes, Haddad apaga tuíte BRASIL3Atores globais convocam brasileiros para ato pró-impeachment de Dilma BRASIL4Apoiadores de Bolsonaro realizaram pelo menos 50 ataques em todo o país TECNOLOGIA5Elon Musk diz que está na hora de construir um robô gigante BRASIL6Após Haddad apagar informação falsa, Bolsonaro ataca o petista NEGÓCIOS Quem faz sua roupa? Nasce o 1º índice de transparência da moda no Brasil Ninguém quer comprar roupa feita em condição indigna de trabalho e poluidora, porém, não há informação disponível suficiente sobre as roupas que usamos Por Vanessa Barbosa access_time 11 out 2018, 16h26 - Publicado em 11 out 2018, 16h07 chat_bubble_outline more_horiz Transparência: artesã com placa do movimento Fashion Revolution. (Fashion Revolution Brasil/Divulgação) São Paulo – Em abril de 2013, um prédio onde funcionava uma fábrica de tecidos em Bangladesh e que produzia roupas e acessórios para um punhado de marcas populares incluindo Walmart, H&M, Zara e Primark foi ao chão, matando mais de mil pessoas e ferindo outras 2500. A tragédia do Rana Plaza revelou não apenas o descumprimento de normas básicas de segurança, mas também o lado obscuro da indústria da moda, servindo de estopim para o surgimento de um apelo global por mais ética e transparência no setor, movimento capitaneado pela ONG internacional Fashion Revolution. Com o objetivo de mostrar iniciativas de boas práticas na cadeia de fornecimento da moda e demandar maior responsabilidade socioambiental das empresas do setor, a Fashion Revolution divulga anualmente desde 2016 um índice de transparência (Fashion Transparency Index) que analisa dezenas de varejistas e os classifica em cinco áreas-chave: política e compromissos, governança, rastreabilidade, “know, show e fix” (capacidade de identificar e responder aos problemas da cadeia) e questões emergentes. O objetivo é esclarecer as políticas e práticas de cada empresa para ver o quão transparentes elas são com seus clientes e stakeholders sobre materiais e mão de obra. E o Brasil não ficou de fora. Nesta quinta-feira (11), foi lançado o primeiro índice de transparência voltado para marcas que atuam por aqui. O objetivo é saber como elas estão comunicando ao público sobre suas práticas nas cadeias produtivas e incentivar uma maior prestação de contas em relação aos impactos socioambientais do setor. Para esta primeira edição, 20 marcas foram escolhidas para a análise, de acordo com uma amostra baseada em faturamento e representatividade no segmento de atuação: Animale, Farm, Malwee, Osklen, Brooksfield, Marisa, Havaianas, Pernambucanas, C&A, Hering, Cia. Marítima, Melissa, Riachuelo, John John, Moleca, Renner, Ellus, Le Lis Blanc, Olimpikus e Zara. O “Índice de Transparência da Moda Fashion Revolution” foi desenvolvido pela equipe do Fashion Revolution Brasil, e contou com parceria técnica do Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV (FGVces), e apoio da Associação Brasileira do Varejo Têxtil (Abvtex). Os dados foram obtidos com base nas informações disponibilizadas em canais como sites e relatórios de responsabilidade social corporativa, ou de sustentabilidade das empresas, além de um questionário com quase 200 perguntas, enviado aos representantes das marcas. A exemplo do índice internacional, a equipe brasileira compilou e avaliou a disponibilidade de informações oferecidas pelas empresas em cinco categorias: “Políticas e Compromissos”
... ++ Mais

TAGS:

account_circle Acesse conta Assine trending_up Trending Eleições 2018 Pesquisas eleitorais Bolsonaro Saúde Revista EXAME Newsletter REVISTA EXAME ÚLTIMAS NOTÍCIAS VÍDEOS BRASIL CARREIRA VOCÊ CIÊNCIA COLUNISTAS ECONOMIA EVENTOS ESPECIAIS MARKETING MERCADOS MUNDO NEGÓCIOS SAÚDE DINHEIRO TECNOLOGIA ESTILO VIDA VOCÊ Expediente Anuncie Abril.com Grupo Abril Abril Clube Assinante GoRead Fale conosco Política privacidade Termos Facebook Twitter GooglePlus Linkedin YouTube menu EXAME Created with Sketch. Assine search trending_up Eleições 2018 Pesquisas eleitorais Bolsonaro Saúde Revista EXAME Newsletter Mais vistas BRASIL1Ibope: Bolsonaro Haddad continuam empatados eventual turno BRASIL2Após dizer Bolsonaro votou contra deficientes Haddad apaga tuíte BRASIL3Atores globais convocam brasileiros para pró-impeachment Dilma BRASIL4Apoiadores Bolsonaro realizaram pelo menos ataques todo país TECNOLOGIA5Elon Musk está