BAIRROS

Qual seu Bairro? Estado: Cidade:

CONHEÇA O GOOGLE SUÍTE - GSUITE, UM NOVO MUNDO PARA SUA EMPRESA - CLIQUE AQUI!

Estudante De Nutricao Investe R 300 E Cria Delivery De Alimentos Saudaveis - - Cidade - Estado


Fonte: http://www.olhardireto.com.br/conceito/noticias/exibir.asp?id=15738


Voltar

Olhar Conceito Menu Terça-feira, 25 de setembro de 2018 Facebook Instagram Quem somos Expediente Anuncie Fale Conosco editorias Ana Flávia Muniz - Consultoria de Imagem Anamaria Bianchini Arquitetura, décor e design Artes Cênicas Artes visuais Artesanato Astrologia Cantora Ana Rafaela Carreira Chef Paulo Vitor Cinema Coach Iracema Irigaray Coluna Hebert Mattos Colunas Comportamento Cuiabá 300 anos Diversão e Lazer Dr. Elson Adorno - Cirurgia Plástica Dr. Juliano Slhessarenko - Cardiologia Dra. Ana Paula Barbosa - Odontologia Dra. Carol Jacobs - Nutrologia Dra. Elaine Togoe Kunze - Dermatologista Elibel Carvalho Gastronomia Leandro Freire - Nutricionista Literatura Marcelo Rocha Moda Música Perfil Pets Política Cultural Religiosidade Saúde e Beleza Tecnologia Treinador Gil Melo Turismo TV colunas Artigos Bem Estar Caderno H Cuiabá 300 anos Faxina da Alma Godoy Marido na Cozinha Rubrica Saúde em foco Seja Breve últimas notícias vídeos olhar direto Encontrar no olhar conceito Notícias / Gastronomia Estudante de nutrição investe R$300 e cria delivery de alimentos saudáveis Da Redação - Isabela Mercuri 12 Jul 2018 - 11:00 Compartilhar via Google+ Compartilhar via Twitter Compartilhar via Facebook Compartilhar via WhatsApp   Imprimir Enviar para um amigo −A+ Foto: Arquivo Pessoal Juliana Foi com apenas R$300, dinheiro que tinha para se alimentar no mês inteiro, que a estudante de nutrição Juliana Reis, 22, investiu em seu negócio próprio, o ‘Santo Sabor’, há dois meses. Vendendo produtos saudáveis, feitos sem aditivos químicos, ela conquistou o público e, hoje, já tem uma clientela fixa, apaixonada por suas coxinhas, empadas e snacks de batata doce, lasanhas de crepioca e mais. Leia também: Gastronomia do Univag dá curso gratuito de cozinha regional contemporânea, internacional e cake design “Passei muito tempo pensando em fazer comidinhas saudáveis para vender, porém sempre esperava ter um capital inicial grande para começar, sempre ia adiando”, lembra ela, que nasceu na cidade de Rio Branco (336km de Cuiabá), e mora na capital desde 2014.  “Certo dia, estava com apenas R$300, que seria o dinheiro de eu comer e passar o mês. Comprei ingredientes e embalagens, fiz as receitinhas, tirei foto e mandei no grupo do meu condomínio. Na primeira semana, que foi no dia 2 de maio, eu tinha apenas duas clientes, porém as duas pediram todos os dias”. Na segunda semana de vendas, as encomendas já aumentaram. Juliana não imaginava que teria tanta aceitação, já que aprendeu a cozinhar para ‘sobreviver’ durante a vida acadêmica. “Quando vim morar sozinha, e para não me alimentar mal, com comidas prontas ou fast-foods, eu fui aprendendo a fazer minhas próprias refeições com comidinhas que minha mãe sempre fazia, com legumes e vegetais”. O tempo foi passando, e o custo de vida em Cuiabá, aumentando. Juliana queria ser mais independente dos pais, mas com o curso integral na universidade, era impossível estar em um emprego. Ao mesmo tempo, as amigas sempre elogiavam suas receitas. “Sempre quando ouvia alguém dizendo: ‘não como esse legume’, eu tentava preparar de maneira que esse alimento pudesse ser saboreado, e sempre foi aprovado”. A vontade de incentivar as pessoas a se alimentar de forma saudável também motivou a estudante, principalmente por enxergar que a indústria, muitas vezes, ‘engana’ o consumidor. “O comércio e as empresas se aproveitam disso, e vendem produtos hipercalóricos, mas colocam alguns grãos e falam que são integrais. Entre tantas outras coisas para iludir o consumidor, e tantas coisas ditas saudáveis, eu resolvi fazer pratos saudáveis de verdade. E o principal, provar para as pessoas que comida saudável não é ruim, pode ser saborosa e agradável, como os alimentos hipercalóricos que elas adoram consumir”. Dentre as opções disponíveis no ‘Santo Sabor’ estão coxinhas, empadas e snacks de batata doce (R$4, e três por R$10), escondidinhos e lasanha de crepioca (R$15 cada), sopinhas de pote (R$10 cada), saladinhas de pote (R$12 cada), panqueca proteica (R$8 cada e dois por R$15). Juliana trabalha sob encomenda, e faz delivery dos produtos. Também é possível pedir a marmita saudável, que ela personaliza de acordo com o gosto do cliente. Elas custam R$15 (seis por R$75). “Faço trabalho de personal diet, mas não passo dieta ou nada do tipo. Apenas monto cardápios que o nutricionista passou para o cliente, e o mesmo não tem tempo. Pois o único profissional capacitado para
... ++ Mais

TAGS:

Olhar Conceito Menu Terça-feira setembro 2018 Facebook Instagram Quem somos Expediente Anuncie Fale Conosco editorias Flávia Muniz Consultoria Imagem Anamaria Bianchini Arquitetura décor design Artes Cênicas Artes visuais Artesanato Astrologia Cantora Rafaela Carreira Chef Paulo Vitor Cinema Coach Iracema Irigaray Coluna Hebert Mattos Colunas Comportamento Cuiabá anos Diversão Lazer Elson Adorno Cirurgia Plástica Juliano Slhessarenko Cardiologia Dra. Paula Barbosa Odontologia Dra. Carol Jacobs Nutrologia Dra. Elaine Togoe Kunze Dermatologista Elibel Carvalho Gastronomia Leandro Freire Nutricionista Literatura Marcelo Rocha Moda Música Perfil Pets Política Cultural Religiosidade Saúde Beleza Tecnologia Treinador Melo Turismo colunas Artigos Estar Caderno Cuiabá anos Faxina Alma Godoy Marido Cozinha Rubrica Saúde foco Seja Breve últimas notícias vídeos olhar direto Encontrar olhar conceito Notícias Gastronomia Estudante nutrição investe R$300 cria delivery alimentos saudáveis Redação Isabela Mercuri 2018 11:00