BAIRROS

Qual seu Bairro? Estado: Cidade:

CONHEÇA O GOOGLE SUÍTE - GSUITE, UM NOVO MUNDO PARA SUA EMPRESA - CLIQUE AQUI!

Coreia Do Sul E Japao Expressam Cautela Sobre Fim De Exercicios Militares - - Cidade - Estado


Fonte: https://oglobo.globo.com/mundo/coreia-do-sul-japao-expressam-cautela-sobre-fim-de-exercicios-militares-22773753


Voltar

Home menu Home Rio Ancelmo.com Bairros Trânsito Brasil Lauro Jardim Elio Gaspari Merval Pereira José Casado Poder em jogo BERNARDO MELLO FRANCO Mundo Adriana Carranca Economia Miriam Leitão Lauro Jardim Defesa do Consumidor Previdência e trabalho Indicadores Carros Sociedade Conte algo que não sei Educação História Religião Sexo Sustentabilidade Tecnologia Ciência Saúde Cultura Patrícia Kogut Marina Caruso Rio Show Filmes Música Teatro e Dança Artes visuais Livros Ela Moda Beleza Gente Gastronomia Horóscopo Decoração Esportes Botafogo Flamengo Fluminense Vasco Panorama Esportivo Radicais Pulso TV Patrícia Kogut Viagem Mais + Opinião Blogs Vídeos Fotos Previsão do tempo Infográficos Eu-repórter Facebook Twitter Google+ MemoriaAcervoElaPatrícia KogutRio ShowExtraClassificadosClube Sou + Rio Mundo Compartilhar Recomendar Tweet 0 Google+ Buscar Buscar no site do Globo Mundo Ir para a página Adriana Carranca Assuntos em Destaque Há 15 anos no poder, Erdogan enfrenta seu maior desafio nas urnas Governo da Espanha vai retirar restos do ditador Franco de mausoléu Entenda o que está em jogo nas eleições na Turquia Política linha-dura de Trump agrava sobrecarga na Justiça migratória Plano de criar ‘geração devota’ islâmica divide a Turquia 'Obama curdo', candidato faz campanha na Turquia atrás das grades Tópicos Guerra na Síria Trump Brexit Publicidade Em destaque Há 15 anos no poder, Erdogan enfrenta seu maior desafio... Governo da Espanha vai retirar restos do ditador Franco de... Entenda o que está em jogo nas eleições na Turquia Política linha-dura de Trump agrava sobrecarga na Justiça... 'Obama curdo', candidato faz campanha na Turquia atrás das... Coreia do Sul e Japão expressam cautela sobre fim de exercícios militares Sul-coreanos dizem que medida pode ser necessária, já os japoneses a consideram essencial à região por O Globo / Agências internacionais 13/06/2018 8:08 / Atualizado 14/06/2018 7:18 O premier japonês, Shinzo Abe; os líderes de Coreia do Norte e EUA, Kim Jong-un e Donald Trump; o presidente sul-coreano, Moon Jae-in - AFP/Reuters Publicidade SEUL e TÓQUIO - Após a cúpula com o líder norte-coreno, Kim Jong-un, a decisão de Donald Trump de suspender os exercícios militares conjuntos com a Coreia do Sul pegou de surpresa aliados dos Estados Unidos na região, como o Japão e o próprio governo sul-coreano. Os dois países apresentaram um tom cauteloso quando a decisão de interromper os "jogos de guerra", como o próprio presidente americano classificou. Em nota divulgada nesta quarta-feira, a Coreia do Sul reconheceu que pode ser necessário parar com as operações para poder avançar com as negociações com a Coreia do Norte sobre a desnuclearização da Península Coreana. Diante de sua campanha pela reconciliação com o Norte — bandeira de sua plataforma na corrida presidencial que o elegeu em maio de 2017, Moon pode obter um apoio extra com a esperada vitória de seu partido nas eleições regionais na Coreia do Sul. O Partido Democrata está a caminho de conquistar as principais municipalidades, incluindo a Grande Seul, em uma votação que abrange 4 mil cargos para ocupar. LEIA MAIS: 'Não há mais ameaça nuclear da Coreia do Norte', diz TrumpKim vence Trump na batalha de relações públicas, dizem analistasAnálise: Trump aposta em 'laço especial' com Kim para garantir acordoJá o ministro de Defesa do Japão, Itsunori Onodera, indicou que as manobras militares conjuntas e a presença de tropas americanas na Coreia do Sul são vitais para a segurança regional, sustentando que os EUA e os sul-coreanos devem ter isso em mente. — As manobras e a presença militar americana cumprem um papel vital na segurança do sudeste da Ásia — declarou Onodera à imprensa. — Não há mudança em nossa política, que consiste em pressionar a Coreia do Norte. Publicidade O Japão tem adotado uma visão cética sobre a abertura diplomática da Coreia do Norte. O país tem uma série de questões mal resolvidas com o país, como o sequestro de cidadãos japoneses nos anos 1970 e 1980. O governo japonês já disse que espera medidas concretas no âmbito das armas nucleares e dos mísseis. A China disse que apoia a ação americana, acrescentando que isso mostra que a proposta de "suspensão dupla" da China é prática, disse o porta-voz do Ministério do Exterior, Geng Shuang, nesta quarta-feira. O governo chinês propôs que a Coreia do Norte suspensa testes nucleares enquanto EUA e Coreia do Sul interrompam exercícios militares. E AINDA: Encontro entre Kim e Trump produz apenas promessas vagasElogios e alertas após a reunião em CingapuraApós a cúpula, Trump chegou a indica que pedirá apoio econômico a China, Coreia do Sul e inclusive ao Japão para o regime norte-coreano. No entanto, o chefe da Gabinete japonês, Yoshihide Suga, disse nesta quarta-feira que o país só apoiará os custos iniciais da desnuclearização da Coreia do Norte após a retomada de inspeções da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA). Publicidade Anterior UE adota fundo de defesa para cortar dependência dos EUA Próxima Disputa entre Itália e França devido a barco com imigrantes se acirra Newsletter As principais notícias do dia no seu e-mail. Receber Já recebe a newsletter diária? Veja mais opções. Digite as letras da imagem: Receber TROCAR IMAGEM Quase pronto... Acesse sua caixa de e-mail e confirme sua inscrição para começar a receber nossa newsletter. Ocorreu um erro.Tente novamente mais tarde. Email inválido. {{mensagemErro}} Últimas de Mundo Go
... ++ Mais

TAGS:

Home menu Home Ancelmo.com Bairros Trânsito Brasil Lauro Jardim Elio Gaspari Merval Pereira José Casado Poder jogo BERNARDO MELLO FRANCO Mundo Adriana Carranca Economia Miriam Leitão Lauro Jardim Defesa Consumidor Previdência trabalho Indicadores Carros Sociedade Conte algo não Educação História Religião Sexo Sustentabilidade Tecnologia Ciência Saúde Cultura Patrícia Kogut Marina Caruso Show Filmes Música Teatro Dança Artes visuais Livros Moda Beleza Gente Gastronomia Horóscopo Decoração Esportes Botafogo Flamengo Fluminense Vasco Panorama Esportivo Radicais Pulso Patrícia Kogut Viagem Mais Opinião Blogs Vídeos Fotos Previsão tempo Infográficos Eu-repórter Facebook Twitter Google+ MemoriaAcervoElaPatrícia KogutRio ShowExtraClassificadosClube Mundo Compartilhar Recomendar Tweet Google+ Buscar Buscar site Globo Mundo para página Adriana Carranca Assuntos Destaque anos poder Erdogan enfrenta maior desafio urnas Governo Espanha retirar restos ditador Franco mausoléu Entenda está jogo eleições Turquia Política linha-dura Trump agrava sobrecarga Justiça migratória Plano criar ‘geração devota’ islâmica divide Turquia Obama curdo candidato campanha Turquia atrás grades Tópicos Guerra Síria Trump Brexit Publicidade destaque anos poder Erdogan enfrenta maior desafio... Governo Espanha retirar restos ditador Franco de... Entenda está jogo eleições Turquia Política linha-dura Trump agrava sobrecarga Justiça... Obama curdo candidato campanha Turquia atrás das... Coreia Japão