BAIRROS

Qual seu Bairro? Estado: Cidade:

CONHEÇA O GOOGLE SUÍTE - GSUITE, UM NOVO MUNDO PARA SUA EMPRESA - CLIQUE AQUI!

Comite Do Setor Eletrico Decide Manter Termicas Mais Caras Desligadas - - Cidade - Estado


Fonte: http://www.midianews.com.br/economia/comite-do-setor-eletrico-decide-manter-termicas-mais-caras-desligadas/335569


Voltar

EXPEDIENTE FALE CONOSCO DENUNCIE À REDAÇÃO Cuiabá, Terça-Feira, 23 de Outubro de 2018 Toggle navigation Política Opinião Polícia Cotidiano Judiciário Economia Variedades Esportes Agronegócios Negócios INFRAESTRUTURA ELÉTRICA 10.10.2018 | 21h00 Tamanho do texto A- A+ Comitê do Setor Elétrico decide manter térmicas mais caras desligadas Com isso, o comitê optou por não despachar usinas termelétricas fora da ordem de mérito de custo Reprodução Internet Do ISTO É DINHEIRO O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) reafirmou hoje (10), em reunião extraordinária, a decisão de manter desligadas as usinas termelétricas despachadas fora da ordem do mérito, isto é cujo custo da energia é mais alto. As usinas foram acionadas no início de setembro e permaneceram em funcionamento até sábado (6). A decisão foi motivada pela avaliação de que houve melhora nas condições de armazenamento dos reservatórios das usinas do Sudeste e Centro-Oeste.   O acionamento das térmicas foi aplicado para as usinas com custo variável unitário até R$ 766,28/MWh e dizia respeito a um conjunto de 14 usinas. Pesou na decisão do comitê, que é responsável pelo monitoramento das condições de abastecimento e pelo atendimento ao mercado de energia elétrica do país, o baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas, principal fonte de geração de energia no país.   Na semana passada, em outra reunião extraordinária, o comitê determinou o desligamento das térmicas, argumentando melhora das condições hidrológicas na Região Sul e das ofertas competitivas de importação de energia da Argentina e do Uruguai. Nesta quarta-feira, o comitê disse que houve melhora na curva de referência dos reservatórios do Subsistema Sudeste e Centro-Oeste e também de reservatórios de usinas de cabeceira dos rios Grande e Paranaíba – neste caso, visando à garantia de controle da cascata hidráulica e a manutenção da navegabilidade da Hidrovia Tietê-Paraná.   Segundo o comitê, o nível de armazenamento do Subsistema Sudeste/Centro-Oeste atingiu 21,5% no último dia 8, percentual  2,3% acima da curva de referência para este subsistema, apesar de nem todos os reservatórios de usinas hidrelétricas de cabeceira dos rios Grande e Paranaíba estarem na mesma situação, disse o comitê. Também foi apontada melhoria das afluências na Região Sul, com consequente tendência de aumento do intercâmbio para o Sudeste/Centro-Oeste.   Com isso, o comitê optou por não despachar usinas termelétricas fora da ordem de mérito de custo. A ordem de despacho das usinas, feita pelo Operador Nacional do Sistema (ONS), é definida pela energia de menor custo, em geral as hidrelétricas até as térmicas de maior custo, fora da ordem de mérito de custo econômico.   O CMSE disse ainda que, nos próximos sete dias, os maiores volumes de chuva estarão localizadas na Região Sul e no sul das regiões Sudeste e Centro-Oeste. No Sul, os valores podem superar a média histórica, e as bacias com os maiores acúmulos previstos são as de Itaipu e Iguaçu.   De acordo com o CMSE, nesse período, a temp
... ++ Mais

TAGS:

EXPEDIENTE FALE CONOSCO DENUNCIE REDAÇÃO Cuiabá Terça-Feira Outubro 2018 Toggle navigation Política Opinião Polícia Cotidiano Judiciário Economia Variedades Esportes Agronegócios Negócios