BAIRROS

Qual seu Bairro? Estado: Cidade:

CONHEÇA O GOOGLE SUÍTE - GSUITE, UM NOVO MUNDO PARA SUA EMPRESA - CLIQUE AQUI!

Carteiros Mantem Greve Apos Decisao Do Tst Sobre Planos De Saude - - Cidade - Estado


Fonte: http://www.redebrasilatual.com.br/trabalho/2018/03/correios-decidem-pela-continuidade-da-greve-apos-decisao-do-tst


Voltar

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação Ferramentas PessoaisNavegação Busca Busca Avançada… search Seções Rádio Política Economia Cidadania Trabalho Mundo Ambiente Saúde e Ciência Educação Cultura Blogs Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2018 / 03 / Carteiros mantêm greve após decisão do TST sobre planos de saúde Info Tweet Compartilhar embate Carteiros mantêm greve após decisão do TST sobre planos de saúde Mobilização continua depois que o TST autorizou ontem a cobrança no plano de saúde para que pais e mães de trabalhadores dos Correios recebam atendimento por Redação RBA publicado 13/03/2018 13h06 Mobilização continua depois que o TST autorizou ontem a cobrança no plano de saúde para que pais e mães de trabalhadores dos Correios recebam atendimento divulgação/fentect 'O julgamento do plano de saúde, no TST, foi um verdadeiro ataque aos direitos dos trabalhadores' São Paulo – Os trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT), em greve desde a noite de domingo (11), decidiram rechaçar ordem do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que proferiu sentença ontem sobre o pedido da presidência da empresa, de promover cortes no plano de saúde dos trabalhadores. Ao permitir que pais e mães de trabalhadores paguem pelo plano de saúde para se manter no atendimento, o TST foi parcialmente favorável à empresa, que vem promovendo cortes em direitos e serviços, a partir de novas diretrizes vindas do governo de Michel Temer (MDB). Após a decisão, a direção da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect) deliberou pela continuidade da greve pelo menos até a realização de assembleias entre hoje e amanhã. “O julgamento do plano de saúde, no TST, foi um verdadeiro ataque aos direitos dos trabalhadores, rasgando até mesmo a jurisdição da casa e agredindo um direito histórico da categoria”, afirmou em nota a Federação. O principal ponto do pedido da presidência na Justiça foi para poder desrespeitar uma cláusula presente no último acordo coletivo da categoria, que versa sobre a presença de pais e mães de trabalhadores da ECT no plano de saúde. Os ministros do tribunal decidiram por um meio-termo: os pais e mães ficam no plano, mas devem pagar mensalidades, assim como os funcionários. “Desde o início da audiência, um processo quase orquestrado colocou em jogo a vida de quase 400 mil pessoas que, atualmente, são assistidas pela Postal Saúde”, continua a Fentect. “O TST aprovou a cobrança de mensalidade e coparticipação no salário bruto da categoria. A vigência das alterações no plano começa a valer a partir da publicação da decisão do tribunal até o dia 1º de agosto de 2019 (…). A Fentect orienta pela continuidade da greve e também solicita que os sindicatos reúnam os trabalhadores”, completa a Federação, que também informou que hoje, a diretoria fará reuniões com o corpo jurídico para achar formas de defender o acordo coletivo. O Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares de São Paulo, Grande São Paulo e zona postal de Sorocaba (Sintect-SP) também deliberou pela continuidade da greve. “A greve continua, assim como as exigências de realização de concurso público e contratação, manutenção das agências e de todas as funções, além do retorno da
... ++ Mais

TAGS:

para conteúdo. para navegação Ferramentas PessoaisNavegação Busca Busca Avançada… search Seções Rádio Política Economia Cidadania Trabalho Mundo Ambiente Saúde Ciência Educação Cultura Blogs Você está aqui: Página Inicial Trabalho 2018 Carteiros mantêm greve após decisão sobre planos saúde Info