BAIRROS

Qual seu Bairro? Estado: Cidade:

CONHEÇA O GOOGLE SUÍTE - GSUITE, UM NOVO MUNDO PARA SUA EMPRESA - CLIQUE AQUI!

Carteiros Mantem Greve Apos Decisao Do Tst Sobre Planos De Saude - - Cidade - Estado


Fonte: http://www.redebrasilatual.com.br/trabalho/2018/03/correios-decidem-pela-continuidade-da-greve-apos-decisao-do-tst


Voltar

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação Ferramentas PessoaisNavegação Busca Busca Avançada… search Seções Copa 2018 Rádio Política Economia Cidadania Trabalho Mundo Ambiente Saúde e Ciência Educação Cultura Blogs Você está aqui: Página Inicial / Trabalho / 2018 / 03 / Carteiros mantêm greve após decisão do TST sobre planos de saúde Info Tweet Tweet Compartilhar embate Carteiros mantêm greve após decisão do TST sobre planos de saúde Mobilização continua depois que o TST autorizou ontem a cobrança no plano de saúde para que pais e mães de trabalhadores dos Correios recebam atendimento por Redação RBA publicado 13/03/2018 13h06 Mobilização continua depois que o TST autorizou ontem a cobrança no plano de saúde para que pais e mães de trabalhadores dos Correios recebam atendimento divulgação/fentect 'O julgamento do plano de saúde, no TST, foi um verdadeiro ataque aos direitos dos trabalhadores' São Paulo – Os trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT), em greve desde a noite de domingo (11), decidiram rechaçar ordem do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que proferiu sentença ontem sobre o pedido da presidência da empresa, de promover cortes no plano de saúde dos trabalhadores. Ao permitir que pais e mães de trabalhadores paguem pelo plano de saúde para se manter no atendimento, o TST foi parcialmente favorável à empresa, que vem promovendo cortes em direitos e serviços, a partir de novas diretrizes vindas do governo de Michel Temer (MDB). Após a decisão, a direção da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect) deliberou pela continuidade da greve pelo menos até a realização de assembleias entre hoje e amanhã. “O julgamento do plano de saúde, no TST, foi um verdadeiro ataque aos direitos dos trabalhadores, rasgando até mesmo a jurisdição da casa e agredindo um direito histórico da categoria”, afirmou em nota a Federação. O principal ponto do pedido da presidência na Justiça foi para poder desrespeitar uma cláusula presente no último acordo coletivo da categoria, que versa sobre a presença de pais e mães de trabalhadores da ECT no plano de saúde. Os ministros do tribunal decidiram por um meio-termo: os pais e mães ficam no plano, mas devem pagar mensalidades, assim como os funcionários. “Desde o início da audiência, um processo quase orquestrado colocou em jogo a vida de quase 400 mil pessoas que, atualmente, são assistidas pela Postal Saúde”, continua a Fentect. “O TST aprovou a cobrança de mensalidade e coparticipação no salário bruto da categoria. A vigência das alterações no plano começa a valer a partir da publicação da decisão do tribunal até o dia 1º de agosto de 2019 (…). A Fentect orienta pela continuidade da greve e também solicita que os sindicatos reúnam os trabalhadores”, completa a Federação, que também informou que hoje, a diretoria fará reuniões com o corpo jurídico para achar formas de defender o acordo coletivo. O Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares de São Paulo, Grande São Paulo e zona postal de Sorocaba (Sintect-SP) também deliberou pela continuidade da greve. “A greve continua, assim como as exigências de realização
... ++ Mais

TAGS:

para conteúdo. para navegação Ferramentas PessoaisNavegação Busca Busca Avançada… search Seções Copa 2018 Rádio Política Economia Cidadania Trabalho Mundo Ambiente Saúde Ciência Educação Cultura Blogs Você está aqui: Página Inicial Trabalho 2018 Carteiros mantêm greve após decisão sobre planos saúde