BAIRROS

Qual seu Bairro? Estado: Cidade:

CONHEÇA O GOOGLE SUÍTE - GSUITE, UM NOVO MUNDO PARA SUA EMPRESA - CLIQUE AQUI!

039 Corredometro 039 Aponta Media De 160 Pacientes Sem Leitos No Rn Em 2016 - - Pau Dos Ferros - Rio Grande Do Norte


Fonte: http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2017/01/corredometro-aponta-media-de-160-pacientes-sem-leitos-no-rn-em-2016.html


Voltar

Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, maior unidade de saúde pública do RN (Foto: Ascom/Sesap/Divulgação) Em média cerca de 160 pacientes são atendidos em macas nos quatro maiores hospitais do Rio Grande do Norte todo mês. A afirmação é do Sindicato dos Servidores da Saúde do Rio Grande do Norte (SindSaúde) que nesta segunda-feira (9) anunciou os dados por meio de uma iniciativa chamada 'Corredômetro RN'.saiba maisEm Natal, idoso aguarda atendimento em hospital deitado em papelãoMaior hospital público do RN suspende parte dos atendimentos No Rio Grande do Norte, os hospitais que entraram no levantamento foram o Walfredo Gurgel e o Santa Catarina, em Natal, o Deoclécio Marques, em Parnamirim, e o Tarcísio Maia, em Mossoró. De acordo com a assessoria de comunicação do SindSaúde, a iniciativa corredômetro começou no estado do Ceará, por meio de uma parceria entre o Sindicato dos Médicos do Estado do Ceará (Simec) e pela Associação Médica Cearense (AMC). Segundo o levantamento, o Walfredo Gurgel, maior hospital do estado, atendeu a uma média de 99,5 pacientes em corredores a cada mês em 2016. Esse número apresentou um crescimento de 40% em relação a 2015, quando a média era de 71 pessoas. Já no hospital Santa Catarina, localizado no bairro de Potengi, na Zona Norte de Natal, em média 12 pacientes foram acomodados em macas nos corredores no último ano. No hospital Deoclécio Marques, localizado em Parnamirim, na Grande Natal, o 'corredômetro' registrou a média de 24,4 pacientes nos corredores por mês. Enquanto isso, no hospital Tarcísio Maia, 24,2 pacientes estavam na mesma situação. O hospital mossoroense foi o que teve maior aumento na quantidade de pacientes em macas, proporcionalmente. A média dobrou: em 2015 eram 12 pessoas em macas e em 2016, o Corredômetro identificou 24 pacientes internados de forma irregular, em média. Nos demais hospitais, Santa Catarina e Deoclécio Marques, foi possível ver uma redução nos números. De 20 para 12 no Santa Catarina, e de 43 para 24 no Deoclécio Marques. Neste último, a redução foi provocada pela interrupção e redução de serviços e pela abertura da UPA de Parnamirim.Criação de leitos Segundo o relatório, no dia 30 de janeiro, o governo estadual terá que apresentar um plano para a criação de 60 leitos de UTI na capital e de outros 30 leitos em Caicó, Pau do Ferros e Currais Novos. O prazo foi dado pela juíza da 4º Vara da Justiça Federal, Gisele Maria da Silva Araújo Leite, após ação movida pelo Cremern. Mesmo com a criação de 60 leitos em Natal, 75 pacientes ainda permaneceriam em macas na capital.    
... ++ Mais

TAGS:

MENUG1Rio Grande NorteMENUG1Rio Grande NorteRio Grande NorteNa TVNa TVBom RNRN EdiçãoRN EdiçãoInter ruralNacionaisNacionaisAutoEsporteBem EstarBom BrasilFantásticoGlobo RepórterGlobo RuralGloboNewsHora 1Jornal GloboJornal HojeJornal NacionalPequenas EmpresasProfissão RepórterEsportetrânsitotrânsitomapa velocidadePrevisão TempoAgenda showsVC G1editorias g1editorias g1carrosciência saúdeconcursos empregoeconomiaeducaçãoesportemundomúsicanaturezaplaneta bizarropolíticatecnologia gamesvc g1vc g1notícias fotos vídeosenvie notíciaúltimas notíciasoutras regiõesoutras regiõescentro-oestecentro-oestedistrito federalgoiásmato grossomato grosso sulnordestenordestealagoasbahiacearámaranhãoparaíbapernambucorecife regiãocaruaru regiãopetrolina regiãopiauírio grande nortesergipenortenorteacreamapáamazonasparábelém regiãosantarém regiãorondôniaporto velho regiãoariquemes vale Jamaricacoal zona matavilhena cone sulroraimatocantinssudestesudesteespírito santominas geraisbelo horizonte regiãocentro-oestegrande minassul minastriângulo mineirovales minas geraiszona matario janeirorio janeiro regiãonorte fluminenseregião lagosregião serranasul costa verdesão paulosão paulobauru maríliacampinas regiãoitapetininga regiãomogi cruzes suzanopiracicaba regiãoprudente regiãoribeirão preto francario preto araçatubasantos regiãosão carlos araraquarasorocaba jundiaívale paraíba regiãosulsulparanácuritiba regiãocampos gerais sulnorte noroesteoeste sudoesterio grande sulsanta catarinaprincípios editoriaisGrupo Globo Notícias região Centro Oeste distrito federal goiás Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel maior unidade saúde pública (Foto: Ascom/Sesap/Divulgação) média cerca pacientes são atendidos macas quatro maiores hospitais Grande Norte todo mês. afirmação Sindicato Servidores Saúde Grande Norte (SindSaúde) nesta segunda-feira anunciou dados meio iniciativa chamada Corredômetro RN.saiba maisEm Natal idoso aguarda atendimento hospital deitado papelãoMaior hospital público suspende parte atendimentos Grande Norte hospitais entraram levantamento foram Walfredo Gurgel Santa Catarina Natal Deoclécio Marques Parnamirim Tarcísio Maia Mossoró. acordo assessoria comunicação SindSaúde iniciativa corredômetro começou estado Ceará meio parceria entre Sindicato Médicos Estado Ceará (Simec) pela Associação Médica Cearense (AMC). Segundo levantamento Walfredo Gurgel maior hospital estado atendeu média pacientes corredores cada mês 2016. Esse número apresentou crescimento relação 2015 quando média pessoas. hospital Santa Catarina localizado bairro Potengi Zona Norte Natal média pacientes foram acomodados macas corredores último ano. hospital Deoclécio Marques localizado Parnamirim Grande Natal corredômetro registrou média pacientes corredores mês. Enquanto isso hospital Tarcísio Maia pacientes estavam mesma situação. hospital mossoroense teve maior aumento quantidade pacientes macas proporcionalmente. média dobrou: 2015 eram pessoas macas 2016 Corredômetro identificou pacientes internados forma irregular média. demais hospitais Santa Catarina Deoclécio Marques possível redução